Confira as novidades do Google Analytics 4

Confira as novidades do Google Analytics 4

No início de julho de 2023, o Google Analytics 4 passará a ser a plataforma padrão de análise de sites. Ela substituirá o Google Analytics Universal, trazendo inovações e mantendo aquilo que ajudou, com muitos mecanismos para examinar métricas e resultados.

Assim, será possível migrar algumas propriedades de uma ferramenta para outra, como também aproveitar de recursos inéditos que o GA4 apresenta. Importante ressaltar, que é possível testá-lo antecipadamente e evitar qualquer susto quando a implementação final for feita.

O que é o GA4?

Chegando para revolucionar, o Google Analytics 4 entrega novos pontos em relação à versão anterior. Entre as principais inovações está a coleta de dados gerado por eventos e não por sessões como ocorria. Dessa forma, o entendimento de como está acontecendo o acesso ao site muda completamente. 

Se pensarmos a forma que o Universal Analytics opera, temos as informações vindo de espaços nativos que os usuários entram no site, configurando eventos e hits de maneira manual.

Assim, você precisa do Google Tag Manager para idealizar o que deseja. Por fim, para conseguir compreender os dados, é necessário a expertise de um especialista no Analytics ou um desenvolvedor.

Já o GA4 possibilita captar esses eventos de um jeito padronizado, sem a necessidade de configurar nada. Isso faz com que a estrutura de captação, bem como a exibição de dados seja totalmente alterada.

Essas são as mudanças que a nova ferramenta trará, de acordo com o Google: 

  • exibição de uma maior jornada do consumidor no momento de coletar dados de sites e apps; 
  • cada informação agora vem por meio de eventos e não mais em sessões; 
  • mudança no controle de privacidade: a mediação passa a ser sem cookies de terceiros; 
  • passa a ter também recursos de comportamento e as estimativas de conversão;
  • vinculação direta com sites de mídia como, por exemplo, YouTube. 

Implementando o GA4 no seu e-commerce

Com essas novidades, executar o Google Analytics 4 (GA4) no seu e-commerce se tornou ainda mais simples, feito em alguns passos. Pensando nisso, trouxemos algumas etapas necessárias para implementar o GA4 e poder acompanhar os eventos de compra e receita garantida com sucesso. Confira: 

  1. É preciso ter uma conta do Google Analytics 4. Depois de criada, selecione a opção de “comércio eletrônico” como a propriedade.
  1. Então, passe a configurar os eventos da sua loja virtual. Essas separações são as ações que os consumidores têm dentro do site, de modo específico. Para fazer um bom acompanhamento de compra e receita, você precisa ter as etapas em sua conta. Neles deve constar a adição de itens ao carrinho, além da aquisição final e o ganho.
  1. Coloque o código do analytics vinculado ao website. Com isso, ele rastreia cada parte do comércio eletrônico. Para isso, basta acessar o painel de administração da plataforma ou utilizar um programa como o Google Tag Manager. 
  1. Agora é o momento que você registra o evento do e-commerce no GA4. Adicione o código de rastreamento dos pontos da loja, através da linguagem de programação que usa. Essa combinação deve ter informações sobre o evento, como o tipo, nome do produto e valor da operação. 
  1. Confira todos os dados, para garantir que estão sendo coletados devidamente. Isso é feito no próprio painel de relatórios do Analytics. 

Assim, este é o caminho para ter a configuração do GA4 e poder acompanhar as compras e receitas do site. 

Um ponto muito importante é que você deve seguir monitorando e analisando as bases recebidas, a fim de ter certeza de estar tendo tudo de maneira precisa, útil e, se necessário, efetuar mudanças pontuais.

Como configurar Google Analytics (GA4)

Já na parte interna, de configuração de eventos do seu e-commerce, preste bastante atenção nas definições para fazer o levantamento perfeito de como está funcionando a jornada do consumidor e as vendas da loja. Algumas dessas etapas são:

  1. Estabelecer quais os eventos que deseja obter os dados. Podendo ser o de adição de itens ao carrinho, compras feitas e valores. Outra coisa, é conseguir ver os casos de abandono de carrinho ou número de visualizações de página de produto. 
  1. Após isso, você personaliza cada um desses pontos no GA4, pré-definindo já todos que serão rastreados. Nesse momento, basta ir ao painel de administração da plataforma e entrar na guia de “Eventos”. Depois, vá para as “Configurações de eventos” e clique em “Criar evento personalizado”. Lá você pode inserir o que precisa, o nome, a categoria e o rótulo. 
  1. Para validá-lo, é necessário colocar o código de rastreamento. Ele permite que os aspectos que compõem o evento sejam enviados. Fique atento que cada página precisa de uma criptografia para ter seus dados. Dessa forma, sempre tenha das mais relevantes. 
  1. Confirme cada elemento que precisa para ter o resultado esperado, da forma que precisa.

Se você quer entender mais a fundo essa nova era de análise de dados do GA4, não deixe de conferir o webinar que realizamos em conjunto com o Google, contando no detalhe os principais desafios dessa nova geração do analytics para o e-commerce, e como estar preparado para realizar essa migração o quanto antes! Confira abaixo:

TrendsCorebiz | GA4 e a nova era da análise de dados no e-commerce

A Corebiz desenvolveu um produto SaaS para apoiar as lojas VTEX Legacy e VTEX IO na migração para o Google Analytics 4 de maneira rápida e eficiente, com os principais eventos configurados para você acompanhar os dados mais relevantes na sua loja. Entre em contato com o nosso time e saiba mais.

Escrito por:
Igor Souza, Head de CRO
at Corebiz