Hiperpersonalização no e-commerce e IA: entenda a relação

Investir na experiência do consumidor é um cuidado que todo negócio deveria adotar. Afinal, favorece a satisfação dos clientes e impulsiona a promoção do negócio. Nesse contexto, a hiperpersonalização se destaca como uma excelente ferramenta que uma marca pode utilizar.

A hiperpersonalização usa dados para otimizar as experiências. Com isso, permite inovar o atendimento e torná-lo único e especial para cada cliente. Para realizar esse trabalho, são empregadas ferramentas tecnológicas avançadas, como Inteligência Artificial (IA).

Neste artigo, saiba como funciona a hiperpersonalização com IA e por que vale a pena investir nessa inovação!

Como funciona a hiperpersonalização?

A hiperpersonalização é uma estratégia de marketing que permite a criação de experiências inéditas e customizadas aos clientes. Utilizando dados, identifica as principais necessidades e preferências dos consumidores e, assim, adapta as técnicas de atendimento e vendas com acessibilidade e inovação.

Com a hiperpersonalização, é possível ir além da segmentação do público. O acesso e o uso de tecnologias avançadas, como a Inteligência Artificial, ajuda a desenvolver soluções altamente customizadas, que aumentam a relevância de uma marca para um público específico.

Qual a importância da hiperpsersonalização?

Segundo uma pesquisa da McKinsey, mais de 70% consumidores esperam interações personalizadas. Uma parcela ainda maior se mostra frustrada sempre que se depara com uma empresa que não investe em personalização.

Esse é um dado que aponta a importância de investir em proporcionar experiências personalizadas para os clientes. Além de ser uma oportunidade de vendas para o negócio, o relacionamento com o público e a reputação de uma marca podem melhorar consideravelmente após a implementação de ferramentas com o máximo de customização.

Até mesmo os custos de aquisição de clientes podem ser diminuídos com a hiperpersonalização. Afinal, essa estratégia permite que a empresa atenda às necessidades do público e realize um trabalho memorável.

Um exemplo de como a hiperpersonalização vale a pena são as plataformas de streaming. A Netflix, por exemplo, tornou-se um dos maiores sucessos do mercado de assinaturas, devido ao uso de algoritmo que realiza recomendações de conteúdos aos usuários com base em suas preferências. Consequentemente, a plataforma simplifica a vida do consumidor na hora de aproveitar um momento de entretenimento, o que favorece a fidelização de clientes e até mesmo o engajamento com a marca.

Quais são as melhores estratégias de hiperpersonalização com IA?

No entanto, o que faz com que um planejamento de hiperpersonalização faça sucesso em uma marca? Diversos negócios fazem essa pergunta e o investimento em tecnologias de ponta pode ajudar muito nesse processo, como é o caso da Inteligência Artificial no e-commerce

A seguir, confira quais são as melhores estratégias para investir em hiperpersonalização com IA e promover o seu negócio em um mercado moderno e competitivo!

Omnichannel

A palavra omnichannel se tornou uma grande tendência. Trata-se da presença unificada de uma marca em diversos canais de comunicação e vendas. Isso significa que, não importa o espaço em que o cliente esteja interagindo com a empresa, a experiência é a mesma.

O omnichannel favorece a hiperpersonalização, pois permite que o consumidor encontre um canal que combine com as suas preferências. Além disso, facilita a integração do atendimento da empresa e na coleta de dados para estimular ainda mais a personalização avançada dos serviços realizados.

Como resultado, o omnichannel permite ter uma visão completa do perfil do consumidor da empresa. A partir disso, é possível investir em uma experiência cada vez mais adaptada para as preferências do público-alvo, o que garante a satisfação dos clientes.

Tudo isso, é claro, de uma forma prática. Afinal, os recursos tecnológicos permitem otimizar a segmentação do público, a personalização das mensagens e dos e-mails, a gestão das redes sociais e diversas outras estratégias de marketing.

Integração das plataformas

Junto ao omnichannel, outra tendência que merece atenção é a de integração. Ter um centro de gestão que reúne as diversas plataformas de atuação de um negócio facilita a administração e a organização.

Com a integração das plataformas, é possível ter uma visão completa do negócio e identificar as oportunidades para promover a empresa. Como consequência de uma boa gestão e da inovação na organização, a marca tem mais recursos para focar na qualidade do atendimento e na hiperpersonalização.

Automação

A automação é o que traz a praticidade e a agilidade para a hiperpersonalização. Com ferramentas que automatizam processos de marketing, é possível otimizar cada etapa para promover a atração do público, conversão e criação de um bom relacionamento.

A automação também permite a personalização em tempo real, que é bastante útil para a experiência do usuário. Desde a análise dos dados obtidos até a sugestão de iniciativas podem ser obtidas por meio de processos automatizados.

Em suma, a hiperpersonalização é uma tendência do mercado, pois oferece o que o consumidor moderno procura: qualidade no atendimento e experiência única. Por esse motivo, se o objetivo é se destacar no nicho de atuação e ter cada vez mais oportunidades no futuro, vale a pena montar um plano de ação inovador e adotar ferramentas tecnológicas, como a IA, para melhorar o relacionamento com o cliente.

Curtiu este artigo? Assine a newsletter da Corebiz para conferir mais conteúdos que vão ajudar nas estratégias para promover o seu negócio!

Escrito por:
Raphael Bueno, Gerente de CRM
at Corebiz

Serviço de otimização de conversão (CRO)