CRM: estratégias segmentadas para aproximar, cativar e converter

CRM: estratégias segmentadas para aproximar, cativar e converter

O uso das novas tecnologias tem sido, cada vez mais, aprimorado e aplicado nas estratégias de relacionamento entre cliente e marca. Nesse sentido, inúmeras alternativas foram criadas visando a melhoria desse contato, a satisfação do público e a excelência do atendimento. Uma dessas opções é o CRM — Customer Relationship Management —, um software que auxilia as empresas a gerirem a relação entre público e marca.

Pensando nisso, criamos este artigo para mostrar a você o conceito desse programa, vantagens e sua capacidade de tornar eficazes as estratégias voltadas para aproximar, cativar e converter clientes. Continue por aqui e confira!

O que é CRM?

Como já mencionamos, CRM é a sigla para Customer Relationship Management, que, em português, pode ser entendida como Gestão de Relacionamento com o Cliente. Assim, o CRM consiste em um software que possibilita organizar e registrar todos os dados referentes ao cliente de uma determinada empresa.

Na prática, quando um vendedor entra em contato com um potencial cliente, pode captar, nesse programa, informações relevantes, como nome, e-mail, endereço, telefone, comportamento de navegação e dados referente a interações.

Desse modo, todas essas informações são reunidas e armazenadas em um só lugar, permitindo que, a partir delas, a empresa possa melhorar a sua relação com o cliente, suprindo as suas necessidades e expectativas.

Funcionamento do CRM

O CRM tem duas opções de funcionamento, uma no próprio computador da organização e, a outra, na nuvem. A segunda opção é considerada mais prática, além de ser mais moderna, pois não exige a compra de servidores ou a contratação de profissionais especialistas, o que representa uma redução de custos significativa.

Outro ponto positivo do armazenamento dos dados dos clientes em nuvem é a possibilidade do acesso acontecer por meio de qualquer dispositivo móvel conectado à internet. Ou seja, qualquer vendedor ou colaborador autorizado poderá acompanhar seus contatos, colaborando efetivamente com o trabalho da empresa.

Quais os benefícios que o CRM traz para os negócios?

Quando uma empresa ainda está no início da sua criação, o controle de clientes pode acontecer por meio de planilhas ou anotações em agendas. No entanto, chega um momento em que essa prática acarretará muito tempo de trabalho, gerando perdas de oportunidades e falhas no processo.

Assim, o CRM surge como uma ótima alternativa que organizará de maneira otimizada e automatizada os dados mais importantes, que servirão como base para diversas estratégias. Veja a seguir, outros benefícios trazidos pelo uso desse sistema.

Organização e controle do processo comercial

O uso de planilhas pode prejudicar as atividades empresariais, pois elas são pouco flexíveis, o que prejudica o acompanhamento das rotinas de trabalho. Com o uso do CRM, os processos ficam mais organizados, possibilitando o acompanhamento de vendas pelo estágio do funil. Isso confere mais facilidade às negociações, impactando positivamente nos resultados finais.

Dados armazenados em um único lugar

Quando a empresa não faz a utilização de um programa como o CRM fica mais difícil registrar as informações que foram oferecidas pelo cliente. Sabemos que, durante o contato, muitos dados são oferecidos, que podem servir de base para um atendimento personalizado.

Nesse sentido, o CRM centraliza essas informações — e-mail, telefone, histórico de compras — em um único local, possibilitando tomadas de decisão mais precisas. A reunião de dados também promove uma visão global da empresa, direcionando-a para a conquista dos objetivos traçados no planejamento estratégico

Aumento de vendas

O CRM é capaz de direcionar os vendedores de maneira objetiva, a partir do acesso de dados centralizados. Além disso, a ferramenta age junto ao e-mail, calendário e softwares de automação de marketing.

Tudo isso resulta em aumento de vendas, de maneira contínua, inteligente e ágil, já que o CRM possibilita a construção de um processo de vendas focado em cada ciclo, por meio de ações padronizadas.

Como implementar o CRM para aproximar, cativar e converter clientes?

Agora que você já sabe que o CRM é essencial para manter o seu negócio organizado, com direcionamentos para melhorar a relação com o público, apresentaremos algumas dicas para você implementá-lo de modo eficaz. Veja a seguir.

Mantenha o foco nos dados e informações mais relevantes

Uma empresa costuma acumular um grande número de informações referente a todos os seus departamentos. No entanto, apenas uma parte desses dados são cruciais para as táticas de conquista e conversão do público. Por isso, é fundamental manter o foco nos dados mais relevantes para esse tipo de trabalho.

Entendendo a persona

Desse modo, para que sua estratégia de CRM funcione, ela precisa manter a atenção na otimização das atividades e estágios do funil na organização. Nesse sentido, mapear e analisar as ações que auxiliam na melhoria da experiência do cliente é muito importante. Confira como entender melhor a sua persona:

  • Analise os seus canais de contato favoritos;
  • Capte as informações demográficas;
  • Verifique os seus interesse hábitos;
  • Registre o seu histórico de compras.

Centralize dados

Falamos ao longo deste artigo sobre a importância da centralização de dados, com o intuito de facilitar as tomadas de decisão. Dados espalhados em planilhas, cadernos, e outros aplicativos geram confusão e desordem. Então, apesar de demandar um pouco mais de trabalho, o seu CRM deve constar todas as informações relevantes, referente a seus clientes, preenchidas e atualizadas.

Dessa forma, vale destacar também a importância de um CRM integrado com outras plataformas, tais quais:

  • Software de automação de marketing;
  • ERP;
  • Chatbots e chats online.

Automatize a experiência do cliente

É preciso ter cuidado nesse ponto, pois, estamos falando em tornar processos mais ágeis a partir de informações individuais sobre cada pessoa. Ou seja, automatizar não é o mesmo que generalizar e tratar o cliente como se fosse mais um, apenas para ganhar tempo.

Assim, a automação deve servir para aumentar a produtividade da equipe — uma vez que a isenta de trabalhos repetitivos, que podem ser desempenhados por uma máquina —, sem descuidar das necessidades do cliente. Veja exemplos de automação comprometida com a experiência:

  • Elaborar modelos de e-mail personalizando com os dados do contato;
  • Desenvolver propostas comerciais personalizando com os dados do cliente;
  • Produzir atividades para contatar leads.

Desse modo, o trabalho seguirá mais fluido, com ênfase no contato contínuo com o cliente, que poderá, a partir dessas estratégias, enxergar a sua marca como autoridade no ramo.

O CRM é uma ferramenta eficaz para o pleno desenvolvimento das relações entre empresa e cliente, essencial no processo de conquista e conversão, seja o seu negócio um e-commerce ou não. No entanto, elaborar táticas para o seu uso é imprescindível, pois a sua utilização deve estar em consonância com os objetivos gerais da marca.

Gostou do artigo? Então, continue por aqui e aprenda como criar campanhas eficientes e gerar conversões no e-commerce!

Escrito por:
Raphael Bueno, Gerente de CRM
at Corebiz

Serviço de otimização de conversão (CRO)

Escrito por