10 dicas práticas de como obter vendas com e-mail marketing

10 dicas práticas de como obter vendas com e-mail marketing

Quando falamos em estratégias de marketing digital, é comum considerar a produção de conteúdo e participação em redes sociais como as que merecem maior atenção. Mas sabia que o e-mail marketing para e-commerce é uma excelente e eficiente estratégia para vender e fidelizar?

Pois é! Quando bem utilizada, pode trazer grandes benefícios, reduzir a taxa de abandono de carrinho, melhorar as relações entre sua loja virtual e cliente, retenção de clientes, entre outros benefícios importantes. Mas, para isso, é fundamental que seja executada da maneira correta para gerar resultados.

Separamos os principais pontos a seguir para potencializar suas estratégias e tirar suas dúvidas sobre o tema.

1. Envie um e-mail de boas vindas

Um dos primeiros pontos para melhorar as vendas com e-mail marketing para seu e-commerce é iniciar o contato com o seu cliente. Você não começa uma conversa com alguém sem estabelecer uma cortesia inicial (como um “bom dia, tudo bem?”) não é?

O mesmo vale para este tipo de situação. Por isso, comece o primeiro contato agradecendo essa primeira aproximação e acolhendo o cliente. Essa é uma forma de começar uma comunicação de forma não-agressiva e conquistar a atenção do cliente.

Normalmente, também é interessante aplicar dentro dessa estratégia a oferta de um benefício de boas-vindas, como um cupom para primeira ou próxima compra. Isso faz a pessoa se sentir acolhida.

2. Não use e-mail que não permita respostas

E-mail marketing é para construção de relacionamentos e, por isso, você precisa deixar também o canal aberto para que o lead possa responder, também, seja elogiando, tirando suas dúvidas, comentando sobre o último e-mail, entre outros.

Essa é uma oportunidade de construir uma relação sólida com eles e isso só pode ser feito a partir de uma comunicação em duas vias. Por isso, evite e-mails que não possam ser respondidos por eles e, ainda, não deixe os contatos sem um retorno, ok?

3. Faça e-mails personalizados

Seu cliente de e-commerce não quer sentir que está fazendo parte de uma comunicação automatizada. Ele quer se sentir importante para você. Por isso, simples detalhes podem ser essenciais para passar essa sensação.

Por exemplo, apenas enviar o e-mail com o nome do destinatário já pode ser algo muito significativo. Além disso, você pode aproveitar estratégias como remarketing para enviar contatos para relembrar a pessoa de itens que ela viu e não comprou ou, ainda, indicar outros prováveis produtos que ele pode ter interesse.

4. Cuidado com acessibilidade

É importante garantir que o e-mail marketing para e-commerce, bem como todas as outras estratégias sejam inclusivas e atendam todas as diferentes necessidades do público. As tecnologias facilitam processos e permitem que pessoas com dificuldades visuais, com problemas motores, entre outros pontos, possam ter acesso a conteúdos escritos.

Por isso, é importante que seu e-mail possa ser adaptado para acessibilidade. É fundamental não excluir essas pessoas do processo de compra online.

Serviço de otimização de conversão (CRO)

5. Utilize os dados do seu e-commerce para segmentação

Como falamos, para que o e-commerce possa trabalhar uma comunicação direcionada e mais consistente, não deixe de utilizar os dados que ali circulam para isso. Por exemplo, ao perceber que a pessoa visualizou produtos para casa e adquiriu alguns itens de decoração nas últimas compras, pode ser disparado, de forma automatizada, um e-mail indicando outros produtos semelhantes.

Isso acontece porque, por meio dos dados, você consegue segmentar seu público em amostras cada vez mais precisas e, assim, conseguir maior sucesso nas comunicações. Contudo, lembre-se que é fundamental você respeitar a legislação vigente. Por isso, adequar essa estratégia a LGPD é imprescindível.

6. Otimize o assunto do e-mail

Pense que seu público recebe muitas outras comunicações além da sua, fazendo com que você dispute espaço e atenção com outros e-mails na caixa de entrada do cliente. E o critério principal para conseguir atenção, em primeiro lugar, é um assunto de e-mail que realmente capture o olhar do leitor. Algumas dicas para criar “assuntos” convidativos, são:

  • não utilize assunto com todas as letra em maiúsculas;
  • busque por assuntos que que intrigue a persona sobre o conteúdo do e-mail;
  • utilize uma frase direta e curta;
  • não engane: mostre exatamente o que ela vai encontrar ao ler o e-mail;
  • adicione um gatilho de urgência;
  • tenha e-mails temáticos de acordo com datas comemorativas, como Black Friday, o fim de ano, aniversários, etc.;
  • seja original.

7. Faça um teste A/B do conteúdo

É fundamental fazer testes A/B para conseguir refinar as estratégias de produção de e-mail marketing para e-commerce. Com isso, é possível identificar o que funciona melhor para seu público e otimizar resultados.

Para isso, envie duas versões do e-mail para duas amostras diferentes e, depois, analise as métricas como taxa de abertura, taxa de clique, taxa de rejeição, entre outros. Com isso, você consegue identificar o que funciona e continuar aplicando para todos os públicos e otimizar suas ações.

8. Crie estratégia de captação de e-mail no e-commerce

Mas como construir uma lista de contatos de confiança, de pessoas interessadas e que realmente desejam acompanhar os conteúdos? Para isso, é fundamental que você crie uma estratégia de captação de e-mail em seu site.

Por exemplo, a partir de conteúdos trabalhados no blog, vinculados ao seu site, é possível fazer com que seus potenciais clientes sinalizem que desejam, de fato, receberem mais informações. O consentimento aqui é fundamental para não gerar uma classificação como spam por parte das empresas fornecedoras do serviço de e-mail e prejudicar sua estratégia.

9. Otimize para acesso ao celular

Cada vez mais vemos os usuários acessando seus serviços a partir do celular. Por isso, é fundamental que você otimize o acesso para celular. Com isso, é possível abarcar essas pessoas que utilizam apenas os smartphones para isso e aumentar a sua taxa de abertura.

E-mails não responsivos, que não respondem bem ao mobile, tendem a trazer mais taxas de rejeição. Por isso, após disparar o e-mail, verifique em um smartphone se as configurações estão corretas.

10. Facilite o cancelamento da assinatura

É muito melhor que uma pessoa desinteressada possa solicitar não fazer parte mais do seu mailing do que prejudicar as métricas com e-mails não lidos, o que pode prejudicar a entrega até mesmo para outras pessoas.

Além disso, é fundamental dar liberdade para seus clientes de poderem acompanhar as informações se quiserem, sem que passem por problemas caso não tenham interesse mais. Caso contrário, podem passar a ter uma relação ruim com seu negócio.

Por isso, se você deseja potencializar as vendas com e-mail marketing para e-commerce, aplique essas dicas! Temos certeza de que será um sucesso.Outra estratégia importante para aumentar os resultados do e-commerce é contar com a união entre UX e CRO. Quer saber mais? Veja nosso artigo sobre o assunto!

Escrito por:
Raphael Bueno, Gerente de CRM
at Corebiz